Diário Visual e Gráfico

Por Gonçalo M. tavares

Como se o céu fosse naturalmente vazio e as nuvens a sua sujidade.
Ou as nuvens interrompesse o olhar que se levanta e tenta encontrar um
horizonte na vertical.
Mas o horizonte é mesmo isso: nem para os crentes é vertical.
Não são necessárias nuvens para tapar.